Você esta em Ações do Governo Fauzi /

Dezembro de 2009

28/12/2009 12:03:00

2009: Aquidauana definida como Cidade Polo em Habitação



Cumprindo exigência do Sistema Nacional de Interesse Social, Mato Grosso do Sul deu inicio em 2009 a elaboração do Plano de Habitação Estadual. O objetivo desse projeto é desenvolver a política habitacional estabelecendo diretrizes, metas, ações e prognósticos na área.

Dentro do plano, um roteiro de reuniões regionais foram estabelecidas. Quatro cidades foram definidas como pólos, sendo elas: Aquidauana, Campo Grande, Três Lagoas e Dourados.

Durante a primeira etapa de elaboração do Plano de Habitação Estadual, que aconteceu em Campo Grande, no mês de outubro, o secretario de Estado de Habitação, Carlos Marun, convocou todos os municípios a participarem a fim de informar as prioridades habitacionais de cada região.

A segunda etapa será reaiizada em Aquidauana, com cerca de 20 municípios participantes. Para o Gerente de Planejamento, Vanderley Camposano da Rocha, as reuniões serão abertas ao público a fim de propor soluções para os problemas habitacionais.

Segundo ele, Aquidauana entrou no roteiro das decisões dentro do Estado. A importância disto é que “o município se torna referência, além de fomentar ações internas e propor discussão permanente sobre habitação com os segmentos organizados da sociedade”, explica Camposano.

O responsável pela pasta na estrutura do governo municipal da habitação comenta ainda que a questão habitacional precisa ser ordenada. “O desfavelamento é um braço das discussões”, diz. Ele lembra que o Plano de Habitação, que será entregue pelos delegados ao Ministério das Cidades, no ano que vem, vai inserir as propostas feitas pelos municípios do Sudoeste.

Ano histórico

Em 2009, através de diversos projetos envolvendo os governos federal, estadual e municipal, Aquidauana começou a resolver o grave problema do défict habitacional. Cento e quarenta residências começaram a ser construídas na região da Nova Aquidauana, 170 estão em construção nas aldeias de Ipegue, Bananal, Água Branca e Imbirussu e novos projetos estão sendo definidos para outros segmentos, como os quilombolas e os assentados do Indaiá.

Fonte: ACS/AQUIDAUANA

Início | 2009 | Dezembro